Don Juan – Poética

Don Juan Engolir alegria, vomitar elegia Última da noite, não da vida O que vale os olhos verem? Indiferente Se o coração não sente.   Escreveram a receita antes dos teus lábios Portanto, cala teus silêncios Se a palavra é a lei A poesia é palavra   Enchi o bolso esquerdo da sua camisa De... Continuar Lendo →

Sobre as Cartas

No mês de Maio lancei um projeto pessoal de envio de cartas, que pretendo estender futuramente, caso a quarentena se prolongue por mais alguns meses. Escrever sempre tem me ajudado em geral, vejo a escrita em geral como alicerce, professora e amiga. Nesses tempos não tenho estado sozinha em casa, mas me falta trocas físicas... Continuar Lendo →

Por Onde Começar a Estudar Filosofia do Zero

Eis a questão: Por onde começar a estudar Filosofia? Acredito que o primeiro passo seja desconstruir a ideia de estar diante de uma disciplina impossível, o conhecimento pode ser visto como uma progressão: pense em um quebra-cabeça colossal, em que todos os dias você coloque uma nova peça ou informação, buscando uma imagem completa daquele... Continuar Lendo →

Processo Criativo II

Povo da terra invisível, me referirei assim à vocês porque dia desses tive um diálogo ótimo com uma amiga, que aliás, está muito presente no meu processo criativo. Falávamos sobre nossas inquietações e eu disse que já quis ter nascido no passado, mas que hoje gostaria de viver em um futuro em que nossos corpos... Continuar Lendo →

Aula Aberta de Redação

Vestibulandos, Estarei realizando uma aula aberta e gratuita de Redação no dia 22 de Abril às 18h30. Falaremos sobre métodos de estudos, mapeamento das redações nota 1000 ENEM, além de questões de Filosofia. Cronograma: 18h30        Apresentação; 18h40       Oficina de Redação ENEM - [ Leitura interpretação da proposta de redação; "Construção da... Continuar Lendo →

Glóbulos de Bok – O Acrobata

Acesse "Glóbulos de bok" completo AQUI O acrobata Nos oráculos eu pude ver Um mundo, as labaredas da fornalha As peripécias do acrobata Que olha o grande deus Sol nascer Alegremente ele dançou a noite inteira Em volta da fogueira Ele saudava as estrelas Gritava para a cidade inteira Enquanto todos estavam de luto Seu... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora